MATÉRIAS

▉ O PONTO DE ENCONTRO DOS CINEMATOGRAFISTAS DO BRASIL ▉

Loading...

terça-feira, 27 de abril de 2010

SONY HD1000 - PRÓS E CONTRAS

HD1000. Características que a primeira vista impressiona. Depois decepciona
Eu fui um dos embarquei de cara quando a Sony anunciou o seu mais novo lançamento mundial, a HVR HD1000. Tinha, na época, como equipamentos de uso, 2 Sony PD170 e 2 Panasonic AG DVC60 e pelas propagandas que eu via na capa da revista Zoom Magazine não tive dúvidas. Comprei uma HD 1000. Paguei R$ 6.500 pela câmera e mais uns R$ 2.500 de acessórios, como case, grande angular, bateria maior e um carregador externo. Total da brincadeira: R$ 9.000.

Aqui ainda feliz com a aquisição. Não tinha saído para gravar com ela.

Tinha acabado de fechar um evento religioso em um pavilhão para mais de 10 mil pessoas e minha tarefa era gravar o evento além de transmití-lo para telões e enviar o sinal para transmissão via web. Usei 3 câmeras, a HD1000, a PD e a DVC60. Todas no mesmo lugar, uma ao lado da outra, de frente para o palco. Para facilitar a gravação, usamos uma mesa de corte, a Videonics que quebra um galho nessas horas. Então tinha ali o monitoramento das 3 câmeras simultâneamente. Lembro que fiquei chocado quando vi a imagem da HD1000 ser pior que a da DVC60, e a PD sempre top de linha. Mas como, se a câmera era a última palavra em tecnologia, era cmos em vez de ccd, era HDV em vez de DV (apesar de estar usando-a em down converter), não estava entendendo nada!
De lá parti para a cobertura de um casamento. PD e HD1000 juntas. Foi humilhante para a HD. Ao assistir as imagens dava pra perceber a quantidade de ruídos gravados, desfoques contínuos e uma ausência de brilho e cor viva comparadas a PD. O namoro que deu em casamento já estava perto do divórcio quando decidi dar mais uma oportunidade: iria gravar um futebol em plena luz do sol. Aí sim, a HD1000 se apresentou oficialmente igualzinho ao que o anúncio da revista Zoom Magazine dizia. Imagens cristalinas, perfeitas e com uma qualidade de som sem igual. Mas o que fazer com ela se meu trabalho é 99% noturno? Não teve jeito, antes do divórcio coloquei-a no cárcere privado, dentro da caixa que havia guardado para decidir meu próximo passo.

HD e sua caixa donde nunca devia ter saído. Feliz na compra, feliz na venda


Confesso que passei a ler de tudo sobre a câmera, devorei seu manual, treinei muito mas não teve jeito. Assim ela foi vendida por R$ 4.500, com todos os acessórios e com apenas 3 eventos gravados nela. Foi tarde!
Vou relatar aqui algumas dificuldades que tive com ela. Prefiro não detonar a câmera, mas mostrar o meu sentimento com relação ao trabalho que ela dava em cada uma das 3 locações feitas com ela. No final você pode tirar suas conclusões (pode até me chamar de burro!).
Pra quem estava acostumado a trabalhar com a PD170 e apenas um simples foquinho de 20w sobre ela, a HD1000 me fez voltar ao passado quando eu gravava em super-vhs com a AG456. Para um registro razoável dentro de uma igreja, seriam necessários 2 set light de 1000w e ainda uma VL de 300w sobre a câmera. Meu marketing de dizer que gravava sem fios nem holofotes iria por água abaixo.
Trabalhar com foco automático? Jamais. A HD1000 simplesmente "pira o cabeção" quando o assunto é ela focar sozinha. É um tal de desfocar a imagem principalmente quando se caminha com ela. Sem falar que para acessar alguns recursos dela tem que tocar no LCD e fazer o ajuste necessário. E a noiva tá entrando na igreja!!!!!!!!! Para trabalhar 100% manual, até que dá. Preciso de alguns segundos e u pouco de prática. Mas a noiva já está subindo o altar!!!!!
Claro que tem alguns atalhos no corpo externo da HD1000 mas isso não elimina o acesso ao menu via LCD.
HD1000 com mattebox. Assim até que fica com moral!

Ao ligar a HD1000 via cabo fireware no PC, simplesmente ela não era reconhecida. Colocava a PD no lugar, pronto, o PC vi na hora. Voltava com a HD, nada.
Alguns vídeos gravados nela apresentavam flicker nas imagens, aqueles cantos serrilhados. Não dá pra entender. Comecei a entender que a Sony ao fazer a propaganda ressaltou apenas, e muito bem, seus pontos positivos.
Microfone externo, outra dor de cabeça. Acostumado a usar canon, regredi ao P2, um pluguezinho pequeno e que se vacilar, o cabo solta da câmera. E acreditem ou não, eu usava na PD um Shure SM58. Som perfeito. Na HD1000 o resultado não era dos melhores. Então resolvi apelar: para câmera ruim, microfone ruim! instalei um microfone de um DVD de karaokê que eu havia comprado por R$ 90 (o aparelho, 2 DVDs com músicas e 2 microfones) e adivinhem? ficou perfeita! a fórmula funcionou.
Outra coisa: Depois de gravar um casamento inteiro com a HD1000 no ombro, cheguei em casa com torcicolo. O LCD dela é muito alto. A gente grava olhando pra cima! Nunca ví isso.
Tente fazer uma longa panorâmica. O resultado é uma imagem nítida quando a câmera está parada. Ao começar o movimento, a imagem fica meio que lavada, um leve desfoque, e só volta a ficar nítida após o término da cena.
Perdi R$ 4.500 da compra a venda dela. Foram exatos 2 meses gravando os tais eventos e mais uns 5 meses guardada na caixa. Enfim foi-se. E já foi tarde.


Vai tarde!

Abaixo segue uma lista de problemas e dificuldades apresentadas por outros usuários. Retirei os comentários do site Video-Br de onde já fui um membro. A conclusão final fica por conta de cada um.

1- Tenho uma HD1000 e trabalho com ela exatamente do jeito que veio da loja. Não mexi em nada. A imagem não é muito boa. A minha GS320 está dando de 1000 a zero nela.

2- Está começando a entrada dos padrinhos na igreja...dou o zoom no ponto mais distante que eu pretendo trabalhar e faço o foco com o Spot focus. Então, digamos que, após a entrada dos padrinhos, noivo e noiva, eu queira pegar um detalhe qualquer, tal como alianças, então vejo se há algum risco de perder o foco, devido à backlight ou qq coisa parecida e na mesma tela do Spot Focus, clico no botãozinho AUTO, que faz o foco ficar automático. Faço então o detalhe que eu quero fazer, pois nesse caso, no automático é infinitamente mais facil e eficiente. Logo após, dou um clique na área do Spot Focus e retorno ao foco manual. Nunca perdi o foco por isso. Mas dá um trabalho danado. Só treinando muito pra não errar.

3- Estive envolvido em um evento de apresentação de natal em uma igreja, aonde partes de uma apresentação eram totalmente no escuro, onde as crianças carregavam lanternas nas mãos e outras partes também com pouco luz. O resultado foi horrível, além do sofrimento para fazer foco e a granulação é muito grande.

4- Os meus microfones são todos com P2 estéreo mas já utilizei na HD1000 microfones de parceiros em P2 mono, e um que na filmadora dele, uma C20 funcionava bem. Na minha nos deixou na mão, ele dava mau contato.

5- Estava praticando o foco pelo anel com a HD1000, focando o objeto próximo e desfocando o fundo e vice-versa. Depois de girar muito o anel (para a direita) no seu limite, percebi que os tracinhos do nível de volume que correm no LCD haviam congelados. A câmera travou!


6- É a segunda vez que isso acontece, e dessa vez forcei e o problema ocorreu 3 vezes.
Apenas o botão grande do zoom funcionava, e nada mais. Nem o compartimento de fita era exposto quando eu abria (por sorte eu estava sem fita). Mudei o botão power de Tape para Off, mas a câmera continuava captando imagem e exibindo no LCD. Tirei o cabo da energia e quando liguei a câmera, tudo voltou ao normal. Pensei que esse era um problema dessa câmera, e então peguei minha outra HD1000 e fiz o mesmo; pra minha surpresa, acontece a mesma coisa!


7- Filmei o carnaval de Paraty e percebi que em alguns pontos da fita a imagem congelava, travava, a imagem ficava estática e com som por uns 2 ou 3 segundos e depois continuava normal. Isso é problema na camera, na fita ou limpeza do cabeçote? Notei também que ela dava pau, desligava quando eu me aproximava demais da bateria da escola de samba pois o barulho era ensurdecedor e estava usando o nível do mic o mais baixo, talvez um sistema de defesa dela.


8- Tenho 2 HD1000 e de uma hora pra outra simplesmente as duas pararam de fechar o compartimento da fita. A fita entra e roda normal, mas a tampa não fecha. Estou usando fita crepe pra manter ela fechada. Absurdo!


Vídeo postado pela AGProdutora sobre as deficiências da HD1000
Agradecimento especial a Eliéser Donhauser
...

● Quem está aqui agora

● Estamos chegando a 2 milhões de acessos!

Twitter Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Download from Blog Template