MATÉRIAS

▉ O PONTO DE ENCONTRO DOS CINEMATOGRAFISTAS DO BRASIL ▉

Loading...

terça-feira, 13 de abril de 2010

VHS => DVD = $$$





Um meio rápido e lucrativo de se ganhar dinheiro é a tradicional transcrição de VHS, VHC-C e 8MM para DVD. Para se ter uma idéia, esse negócio em minha produtora é o suficiente para pagar as despesas de luz e telefone do mês.

Quero ensinar aqui no Blog uma maneira simples de executar essa tarefa sem softwares complicados, placas de capturas caríssimas e resultados mirabolantes. É pah e pow.

Você precisará de alguns itens para começar esse trabalho. Anote aí:

01 videocassete (usado na faixa de uns R$ 60)
01 Placa de Captura Pixelview Vídeo Play TV Xcapture Usb (ML por R$ 139)
01 computador ou notebook com gravador de DVD(Esse você deve ter em casa)



PLACA DE CAPTURA PIXELVIEW

Na verdade quase todo mundo tem um videocassete encostado em um quarto porque teve pena de jogar no lixo. Eu tenho 2 que estão em pleno uso e todo dia se pagam. Escolhi essa placa de captura por ser barata e por não precisar ficar abrindo computador, notebook. É plugar e pronto. Aí é só colocar os cabos de áudio e vídeo (RCA) nas conexões da placa. Se o videocassete tiver saída S-vídeo, melhor ainda.

CONECTE OS CABOS DO VÍDEOCASSETE NA PLACA DE VÍDEO

ENCAIXE A PLACA DE VÍDEO NA ENTRADA USB DE SEU PC/NOTEBOOK

Antes de começar a capturar as imagens da fita de VHS você precisará instalar o software de captura que acompanha a placa. Coloque o CD no PC ou notebook e siga os passos solicitados.

Antes de começar a gravação, marque a opção para gravar em mpeg2. O melhor para esse tipo de serviço. Na resolução, escolha entre 640x480 ou 720x480. Dê REC no programa, play na fita e mande bala. Uma dica importante e que costumo fazer é a seguinte. Acelero a fita até o final e marco o tempo exato que se encerra o material gravado. Coloco o cronometro do meu celular em contagem regressiva, assim, quando acabar a fita, clico em Stop no programa. O arquivo fica com final bonito, sem rabicho ou chuvisco.

A última fase é gravar as imagens direto pro DVD. Eu também uso o próprio programa da PixelView que é o que acompanha a placa. Mas quem quiser, pode usar o Nero, Encore, etc. No DVD, sem perda de qualidade, pode-se gravar até 2 horas de imagem.

Quem quer fazer um agrado ao cliente ou cobrar mais caro, pode abrir o arquivo capturado em um software de edição, como o Premiere ou Vegas, incluindo legendas, títulos, sonorizando, e por aí vai. Mas em minha opinião e é o que eu faço aqui, cobro um valor pra passar direto da fita pro DVD. É menos trabalhoso e rápido e a chance de faturar no volume é melhor.

Queimado o DVD, faço uma capinha maneira, imprimo informações sobre o disco e ligo pro cliente vir buscar. Fácil, rápido e lucrativo.


Algumas informações e fotos contidas neste texto possuem conteúdo extraído do site UOL Tecnologia.
...

● Quem está aqui agora

● Estamos chegando a 2 milhões de acessos!

Twitter Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Download from Blog Template