MATÉRIAS

▉ O PONTO DE ENCONTRO DOS CINEMATOGRAFISTAS DO BRASIL ▉

Loading...

sexta-feira, 2 de abril de 2010

SONY HXR-NX5U - EXCLUSIVO


Fui conhecer pessoalmente o modelo para postar as primeiras impressões da NX5 pro BLOG

Novos detalhes foram incorporados no corpo da NX5


A Câmera HXR-NX5U da Sony é uma nova categoria de filmadoras criada pela empresa com memória e sem o uso de fita, permitindo uma qualidade sem precedentes em cartões de estado sólido. Utilizando o formato AVCHD (ou Codec Avançado de Vídeo de Alta Definição disponibilizado pela Sony e pela Panasonic), esta câmera oferece gravação de longa duração com slots duplos de cartões. Ela grava em Full HD (1920 x 1080), pesa uns 2,5kg (um pouco pesada para câmera handheld) e é bem parecida com a Sony Z5, com pequenas diferenças, sendo mais larga, mais alta porém mais curta.


Fiz um "Teste Motion" do modêlo e fiquei impressionado com cada detalhe


A lente Grande Angular "G" tem três sensores CMOS Exmor com matriz ClearVid. Basicamente a mesma presente na Z5. E aproveitando a grande sacada que a Sony fez com a HD1000, a tela LCD é touch screen. Porém com a opção de se acessar muitos recursos por botões integrados ao corpo da câmera.

Todos os controles ao alcance das mãos


Um dado importante é que ao adquirí-la, você deve esquecer o passado. Não há escolha de HDV, DV, DVCAM, não há saída fireware para captura, pois ela é toda baseada em processamento de dados e não em gravação de imagem propriamente dita. Até GPS foi inserido em seu sistema, dessa maneira nas propriedades do clipe gerado ela colocará as informações de número do take, data, hora e local da gravação - tudo baseado em rastreamento de satélite. Outro destaque é o áudio, onde você poderá optar em gravar pelos tradicionais canais stereo ou Dolby Digital Stereo.

Leve, prática e de boa pegada



Outra coisa muito importante. Você trabalha com vídeo social? Então ela não é ideal. Seu custo/benefício neste caso fica muito alto em comparação a renda obtida em filmagens de casamentos, aniversários e afins. Além do investimento na ilha, você terá um alto custo em cartões de alta capacidade devido ao tamanho e tempo de gravação gerado por esse tipo de evento. Se o foco for Corporativo e VT, é a câmera perfeita e pronta pro trabalho.

ESTAÇÕES DE TRABALHO
Ao tomar a decisão de comprá-la, primeiramente você deve fazer alguns investimentos de retaguarda, senão ela será apenas uma Ferrari estacionada num piso de terra ao relento. O maior problema ao editar esses arquivos é a necessidade absoluta de recursos que exigem no momento da edição. Se sua plataforma de operação for 64-bits, editar AVCHD não será problema. Mas por ser Full e trabalhar com AVCHD, a NX5 precisa de ilhas de edição potentes para dar conta do processamento de imagens. Sem falar nos softwares de edição para editar suas imagens.

SOFTWARES
Atualmente existem softwares como o Nero 8 (Premium ou Ultra), a linha de softwares da Pinnacle (Studio 11), da Avid (Avid Liquid) e o Adobe Premiere CS4. Versões anteriores do Nero ou da Adobe (CS3) precisarão que as imagens sejam convertidas para outro formato, tipo AVI, perdendo o grande trunfo de se ter nas mãos o produto nativo gerado pela câmera.

PREÇO
Vale R$ 11.900,00 na BH Vídeo (bhvideo.com.br/Kleber 27 3235-1365), desbancando em preço as imbatíveis HVR Z5 e Z7, que continuam sendo um grande e sofisticado equipamento.

CONCLUSÃO
Essa é uma opinião pessoal e profissional minha. Com o avanço desenfreado da tecnologia, novos lançamentos irão aportar um atrás do outro, sempre dispostos a colocar a concorrência e modelos anteriores no status de ultrapassado. Mas uma dica deve ser feita a você que pretende trocar de equipamento. O mercado de câmeras está indo na mesma trajetória que o de carro. Só troque se necessário, se você tiver demanda e se seu cliente estiver exigindo recursos a mais para fechar negócio. Um carro novo requer um som mais bonito, um seguro mais caro, uma garagem nova, e uma câmera deste porte vai pedir backups de armazenamento, novas e caras ilhas de edição, além de uma nova visão de como registrar as coisas. Afinal não se dirige uma Ferrari usando chinelão velho e nem querendo acertar o retrovisor com a mão!

Dicas do Keko: Para quem quer abrir um projeto no CS5


Para arquivos Full: A Timeline correta deve ser: XDCAM EX - 1080i/60 HQ. 
Para arquivos HDV: HDV1080i30 (60i)
Não sei qual o formato gravado: Faça assim: Descarregue suas imagens no PC/Mac. Abra o Premiere CS5 em qualquer timeline. Agora importe apenas um arquivo de vídeo para dentro do projeto (project). Espere carregar. Agora pegue este arquivo e arraste para um icone abaixo do Project, que é New item (folhinha dobrada na ponta). O Premiere vai detectar as configurações do arquivo e abrir a timeline correta automaticamente.
Exportando para fazer o DVD: Use MPG2 DVD, NTSC progressive widescreen, High Quality. Na aba VIDEO marque Quality 5 e Bitrate settings em CBR 7.

...
Agradecimentos especiais a BH VIDEO (Kleber Alfano) de Vitória/ES por ter cedido o modelo apresentado nas fotos para um "Test Motion".

● Quem está aqui agora

● Estamos chegando a 2 milhões de acessos!

Twitter Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Download from Blog Template