MATÉRIAS

▉ O PONTO DE ENCONTRO DOS CINEMATOGRAFISTAS DO BRASIL ▉

Loading...

quarta-feira, 8 de junho de 2011

GRAVANDO EM TIME LAPSE




A técnica de time lapse ou lapso de tempo consiste da captura de várias imagens, com pausa entre elas, que é sequenciada em uma velocidade mais elevada do que a taxa de quadros original. É basicamente um vídeo em que tudo se move em alta velocidade. Não confunda com Time remapping, ou remapeamento de tempo. São coisas diferentes. Enquanto remapping é uma gravação contínua, lapse são intervados entre as cenas. O remapping pode ser feito com filmadoras e câmeras fotográficas enquanto o lapse só é possível a partir de câmeras fotográficas.
Deve-se programar o equipamento para clicar automaticamente de tempos em tempos.  Fazer isso manualmente? Nem pensar. Botar a mão na câmera? É vela e caixão. Trabalho perdido. No meu caso estou usando a GoPro com intervalos de 3 em 3 segundos.
Vela este filminho que fiz brincando. Durou uma tarde inteira até o anoitecer:


Dominar completamente a arte com criatividade faz tanto sucesso que grandes nomes da produção de vídeo emergem neste segmento em todos os cantos do mundo.
Eu virei um apaixonado pela técnica. E o grande charme disso tudo é poder tratar a primeira foto no Photoshop e depois aplicar a todas as outras de forma rápida.
As melhores ações de gravar vídeo com lapso de tempo são as que levam um bom tempo para acontecer. Há muita coisas ao nosso redor que dá pra fazer excelentes vídeos. 

Aqui está uma lista delas
Mudanças climáticas – formação ou movimento de nuvens, névoa e nevoeiro, chuva.
Fontes de luz - o pôr e nascer do sol, o curso do sol no céu, a lua, as estrelas, a noite se transformando em dia, raios de luz penetrando nas nuvens.
Marés - o fluxo e o refluxo do mar, a cheia e vazão de marés.
Pessoas - multidões que se deslocam em grandes espaços.
Construção – Uma obra em construção, um prédio sendo erguido, guindastes em movimento. Sugiro cliques a cada 30 ou 60 segundos.
Tráfego de carro - carros em movimento nas ruas durante a noite, em pontes, em garagens. Ideal são cliques de 3 ou 5 segundos.
Obra - um pintor produzindo uma pintura a óleo. Criações gráficas de computador podem se enquadram nesta categoria também.
Plantas - uma rosa abrindo suas pétalas, uma semente germinando. Cliques de 60 em 60 segundos.
Trajeto de veículo em movimento - uma visão rápida de uma viagem inteira.

Se fizer cenas diferentes, você poderá misturá-las para uma transição mais suave entre as diferentes imagens. Para uma quebra nas ações monótonas, pode-se incluir efeito ao contrário, como slow motion ou até mesmo tempo real. O que vale é combinar a passagem de uma cena para outra.


Super dica 
Essa é muito legal. Aprendi fazendo pesquisas da técnica e aprendi um macete para aplicar o efeito de panning. É o movimento da câmera durante a captura das imagens. Pode-se usar um slider motorizado – com movimento ultra lento – para sequencia de movimento lateral, ou um giro da câmera em 360 graus usando um timer de cozinha. O timer gira enquanto a câmera captura as fotos (o ideal neste caso é a cada 2 segundos).



Como posso usar em vídeos sociais?
Que tal registrar o movimento de nuvens com a igreja ao fundo?
Ou a cerimonia ou festa inteirinha em lapso de tempo que resulta em um filminho de 1 minuto? Ou a noiva em todo o seu processo de transformação?
A ordem é criar, inventar e seduzir seu cliente com coisas diferentes. Lembre-se: hoje em dia ganha-se da concorrência com diferencial. Tá cheio de gente fazendo a mesma coisa, e todo mundo se copiando.
Que tal inovar?

Um casamento completo em time lapse:

● Quem está aqui agora

● Estamos chegando a 2 milhões de acessos!

Twitter Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Download from Blog Template