MATÉRIAS

▉ O PONTO DE ENCONTRO DOS CINEMATOGRAFISTAS DO BRASIL ▉

Loading...

sábado, 19 de março de 2011

COMO PRODUZIR DOCUMENTÁRIO

Na produção de um Documentário, muitos fatores são decisivos para a finalização do trabalho.
Posto aqui algumas dicas relevantes para sua primeira produção de documentário. Não é o "Pulo do Gato", mas uma visão macro dos detalhes que não podem faltar na pré e pós produção.
Na era dos documentários que concorrem a Oscars, tal como Lixo Extraordinário, essa vertente de produção tem voltado com tudo, principalmente buscando temas sociais que despertam a atenção de todo o mundo.
Mas saiba que doc por doc, todo mundo faz. A diferença está exatamente em como fazer bem!




Primeiramente vamos responder a pergunta: O que é um documentário?
Documentário é um gênero cinematográfico que se caracteriza pelo compromisso com a exploração da realidade. Mas dessa afirmação não se deve deduzir que ele represente a realidade “tal como ela é”. O documentário, assim como o cinema de ficção, é uma representação parcial e subjetiva da realidade. A legislação portuguesa atualmente em vigor estabelece que se consideram “DOCS DE CRIAÇÃO” aqueles que contenham uma análise original de qualquer aspecto da realidade e não possuam caráter predominantemente noticioso, didático ou publicitário nem se destinem a servir de simples complemento a um trabalho em que a imagem não constitua elemento essencial, seja qual for o seu suporte e duração. Isso sem contar os inúmeros gêneros literários que podem ser acrescidos a este termo documentário.
Fonte: Wikipédia.

Etapas de criação
Assista filmes documentais, muitos filmes. Vá no cinema, no Youtube, Vimeo, sites especializados em postagens desse gênero . Pense sobre que tipos de documentários que você gosta. Aprenda a vários gêneros e estilos de filmagem. O estilo de Michael Moore de Super Size Me, por exemplo, é bem diferente do de Lucy Walker de Lixo Extraordinário.
Familiarize-se com equipamento técnico. Câmeras filmadoras ou DSLR, sistemas de edição, microfones shot gun, luzes de cenário. Experiências com configurações de iluminação, gravação de áudio, continuidade, etc. Todas estas informações são importantes para sua etapa de criação. Faça buscas na web e se intere com elas.

1- Escolha um assunto que considere bom e que seja acessível a você. Escolhendo um assunto que é convincente irá resultar em um filme forte e relevante. Muitas vezes é melhor focar em uma personalidade local assim  você terá acesso a um monte de recursos para o seu filme. Além disso, é muito mais simples e mais barato filmar em casa do que nem outra cidade, estado ou até mesmo no exterior.

2- Torne-se um especialista sobre o tema escolhido através de pesquisa. Pesquise seu assunto da forma mais completa possível. Adquira conhecimento através da Internet, livros e de pessoas que tenham conhecimento sobre o assunto. Se puder, participe de eventos relacionados com o tema escolhido.

3- Crie uma estrutura e esquema para o filme através da visualização. Feche os olhos e imagine como você gostaria que o produto final ficasse. Pense em como você deseja estruturar o seu filme. O que você quer começar? Como é que você vai construir o seu filme? Anote suas idéias. Isto lhe dará um plano para a fotografia. Mas lembre-se que, no documentário, ao contrário do cinema de ficção, o filme informa a estrutura final do filme. Seu primeiro esboço escrito existe para servir de orientação para a fotografia.

4- Analise seus desejos e necessidades para fazer o filme. Faça um check-list de locações, itens, equipamentos, pessoas, tudo que estará relacionado a começar o seu projeto. Não faça nada sozinho. Busque parceiros, escolas, universidades, etc. Se você tiver uma idéia muito boa, saiba que terá a maior facilidade em encontrar pessoas e instituições que o apóie.

5- Encontre recursos e patrocínio para o seu filme. Existem muitos financiamentos para programas documentais. Por exemplo, a Ancine dá excelentes dicas, existe a Lei de incentivo cultural que viabiliza repasses de verbas de grandes instituições como Banco do Brasil, Governo Federal, prefeituras locais, Petrobras, etc. É importante saber que estas dicas são para produção de documentários profissionais, e não aquele meia-boca onde você sai com uma camerazinha pela rua, acha que é o Steve Spielberg e quer que todo mundo o apóie. Há a necessidade de se criar um projeto, roteiro, briefing, e tudo mais que necessita visibilidade para buscar apoio. Nada de aventura. Se quiser se aventurar, banque tudo sozinho!

6- Não fique falando que vai fazer. Vá e faça. Comece. Este é o passo que diferencia os cineastas aspirantes de cineastas reais. Para se ter uma idéia, há alguns anos o circuito cultural do Espírito Santo estava a mercê de produções horríveis, de péssimo gosto, baixa qualidade técnica e mesmo assim conseguia-se recursos para a realização. De dois anos pra cá, novas cabeças e idéias foram inseridas no mercado local e hoje vemos produções esmeradas, de ótima qualidade e que chamam a atenção. São pessoas que descobriram um filão de mercado e hoje se dedicam, praticamente, a de inscrever em demandas culturais e buscar estes recursos financeiros que estão ao alcance de qualquer um, inclusive você.

7- Aperte o rec e grite: Ação! Comece a produção de seu documentário com tudo nas mãos. Equipes, roteiro, equipamentos, locações, casting, etc. Use conhecimentos de enquadramento, continuidade, desenrolar de história, cronologia de tempo. Para um trabalho sério e patrocinado, nada de eu e eu. É você e equipe.

8- Pós-produção. Tenha na mão todo o mapa de produção. Desta forma simplifica o processo de edição e todo o controle da pós fica em suas mãos.  Isso vai ajudá-lo  a economizar tempo na ilha de edição.

9- Documentário pronto? Mostre seu filme! Poste no Youtube, Vimeo, faça uma versão em DVD ou Blu Ray e coloque em locadoras (mesmo sem custos para você. Apenas para divulgação), participe de festivais. Existem vários em todo o país e que dão prêmios em dinheiro. Confie em você e no seu talento. Eu dou o maior apoio.

Sucesso e mãos à obra! 


...

● Quem está aqui agora

● Estamos chegando a 2 milhões de acessos!

Twitter Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Download from Blog Template