MATÉRIAS

▉ O PONTO DE ENCONTRO DOS CINEMATOGRAFISTAS DO BRASIL ▉

Loading...

sábado, 25 de setembro de 2010

COMPRANDO EM SÃO PAULO

Visitei as ruas Sta. Ifigênia, 7 de Abril e Conselheiro Crispiniano, SP

Parece até uma dica desnecessária, mas muita gente, como eu mesmo, adoraria saber onde encontrar os produtos certos com preços bons e atendimento nota 10 na cidade de São Paulo. Então decidi topar essa empreitada e me acomodar em um hotel do centro da cidade e bater perna pelos principais pontos de compras desta mega-metrópole.
Nós, videomakers e afins, temos como principal característica entrar em várias lojas, adoramos botar a mão no produto, perguntar preço, bater papo, sair da loja e procurar outra. Afinal é dessa forma que fazemos para pesquisar o melhor produto e o menor preço. Decidido, a gente volta e compra o equipamento. E se o comerciante não entender essa nossa essência, vai nos atender mal e perder grandes negócios. Somos assim e ponto final!
Do metrô São Bento ao hotel (em azul) e do hotel a Conselheiro Crispiniano (em vermelho). Tudo à pé.

Vou imaginar que você é igual a mim. Trabalhador que junta cada centavo para investir na última tecnologia. Portanto, só vou de avião se a passagem estiver na promoção, vou ficar num hotel 2 estrelas e andar o que puder à pé, botando a grana do taxi no bolso. E foi assim que despenquei de minha cidade rumo a São Paulo. De ônibus, e de Itapemirim. Aliás, Itapemirim nunca mais. Mas isso é outra história. Escolhi um hotel que ficasse exatamente no meio do meu foco: entre a Conselheiro Crispiniano e Sta Ifigênia. O escolhido foi o Paissandu Palace Hotel, R$ 93,00 a diária com café da manhã e localizado na rua do Seminário, um tradicional ponto de lojas de instrumentos musicais, chapelaria e roupas country. Após às 19 horas o cenário do bairro muda. Vira boêmio com bares e prostitutas no local. O bom é nesse momento se recolher e recarregar as baterias para o dia seguinte.

Nikon 20mm MF por R$ 600,00 e Nikon 35mm MF por R$150,00 na Pretti. Atendimento excepcional



Minha primeira parada foi cortar toda Crispiniano e ir direto a rua 7 de Abril, num shopping popular com várias lojas de fotografia. Eu estava procurando lentes Nikon para usar com a LETUS e fui direto nessa rua onde vende lentes usadas. Encontrei duas lentes importantes e difíceis de encontrar na Pretti Cine Foto, onde fui atendido pelo dono, Sr Paulo Pretti. Fiquei encantado com o cuidado com o trato das lentes. Ele próprio as limpa e expõe. me deu uma aula sobre o assunto, fotografou para me mostra detalhes de abertura, campo de profundidade, etc. Uma atenção especial. Comprei as duas peças, ganhei desconto, case, filtro UV e recebi a nota fiscal sem problema nenhum. Ainda me indicou outras lojas para visitar. Recomendo!
Nikon 24-120mm comprada à vista com dinheiro por R$ 640,00 na Angel Foto. Mau atendimento e recusa da entrega da nota fiscal.

Precisava agora de uma lente rara, uma Nikon 24-120mm, f3.5-5.6. Entrei em várias lojas até chegar na famosa Angel Foto. Conhecia de nome e de internet. Todos os fotógrafos do Brasil conhecem a Angel. Mas ao entrar, começou a grande decepção. Fui recepcionado por um vendedor mau humorado e sem paciência. Mas ele tinha a lente. Minha vontade foi de sair da loja mas a necessidade fez meu poder de cliente se transformar em um humilhado consumidor doido pra comprar o produto. E comprei. Com insistência ganhei um desconto miudinho mas a loja se negou a dar a nota fiscal e entregou apenas um recibo sem valor tributário, apenas para formalizar uma micha garantia de 90 dias. Não aconselho ninguém sequer botar os pés por lá. Pela arrogância e desdenho tenho certeza que eles não precisam de nós.
Essa não recomendo!


Mais duas lojas de atendimento muito bom foram a Cine Foto Paparazzi e a Photo Camara DHM. Vendedores simpáticos e dispostos a ajudar. Muitas lentes a disposição. Infelizmente não tinham a que eu precisava. Todas ficaram me devendo uma Nikon Tele 300mm. Mas na DHM comprei uma ball head e um parassol por preço excelente, com desconto e nota fiscal. Recomendadíssimas!
Monopé Manfrotto com cabeça profissional por R$ 320,00. Atendimento VIP da Bella Photo na Conselheiro Crispiniano.



Atendimento profissional e especial ancontrei na Bella Photo. Fui atendido pelo Dailton que pacientemente me mostrou vários produtos. Fui embora e voltei no outro dia para arrematar um monopé Manfrotto 558B por R$ 320,00. (www.bellaphoto.com.br). Nota fiscal sem problemas e fidelização de cliente.
Lá tem muitas opções de cartões, cases, tripés, cabeças, monopés, além de lentes e camêras profissionais. Em breve estarão vendendo acessórios completos para quem filma com câmeras DSLR, tais como suportes, mattebox, follow focus, LCD, etc. Recomendadíssima!

Case para tripé por R$ 85,00 na Chromur. Ótimo atendimento!
Tripé de iluminação de 2,5m por R$ 70,00. Excelente custo-benefício.


Continuando na Conselheiro Crispiniano cheguei a Chromur Materiais Fotográficos (www.chromur.com.br) onde comprei 02 tripés de iluminação de 2,5 m por R$ 70,00 cada, além de um case para tripé por R$ 85,00 e um case duro gigante para filmadoras, teleprompter, LETUS, kit DSLR, etc, pela bagatela de R$ 295,00. Um case desses tem preço normal na faixa de uns R$ 650,00. Ganhei desconto, recebi a nota fiscal e tive a atenção que todo cliente merece. Recomendo!
Na mesma galeria mas no andar de cima, mais uma loja que é a paixão dos videomakers: Consigo. Uma loja grande repleta de tripés, bag e cases, iluminação, rebatedores, slider, grua, além de câmeras fotográficas, lentes e filmadoras. Lá encontrei a Sony NX5 a pronta-entrega. Slider Câmera Dolly por R$ 1.150,00 e a grua com tilt manual, 4 metros da DIMTEC por R$ 3.300,00. Também o kit de luz fria com refletor e difusor por R$ 200,00. Vendedores atenciosos e dispostos a tirar todas as dúvidas. (www.consigo.com.br). Recomendo!


Rebatedor 5 faces na Consigo. Vendedores prestativos numa loja variada.


Ball Head com nível por R$ 76,00 na DHM. Loja prática com muitos acessórios.



Nessa caminhada pela rua 7 de Abril e Conselheiro Crispiniano, outras lojas podem ser encontradas, principalmente em galerias onde você entra e acha várias espalhadas pelos andares. É um deleite.
De lá, atravessei a Avenida São João e a Rua Anhamgabaú e caí na Santa Ifigênia. Naquele momento virei "pinto no lixo", de tanta loja de produtos eletrônicos. Encontrei a Sanjardini na rua dos Timbiras onde tem muita iluminação fria, dolly de mangueira e outros acessórios. Ali arrematei apenas uma canopla para microfone, já que procurava um microfone Boom e vara de Boom, o que acabei não encontrando.
Mais a frente mergulhei na Galeria Pajé e parei na feira do Brás. Resultado: voltei com várias sacolas no braço contendo celular com TV, GPS, mp3, caneta espiã, DVD para carro, Tenis Nike, calça Cavaleira, Relógio Ferrari (veja nas fotos), entre outros artefatos chinguelingues daquela região. À propósito, São Paulo é dominada pelos chineses. Nunca vi tantos juntos assim fora da China.
E assim completei minha estada na terra da garoa, dois dias bem aproveitados onde conheci muitas lojas boas, outras nem tanto, fiz bons negócios e ganhei muitas, muitas bolhas no pé.
Se for a São Paulo de avião, ônibus ou carro, tudo é muito fácil. Tem taxi, metrô e estacionamento pago para você chegar nas lojas rapidamente. Só não esqueça de levar um agasalho e um casaco. Essa cidade consegue ter as quatro estações em um só dia. 


Mais dicas de Mr. Odon Ricardo de SP, para quem quer novas opções de compras
Material fotográfico na area do metro trianon é muito mais barato que na Sta. Chineisada , pechinche dizendo que tem dinheiro para pagar a vista e consiga grandes descontos. Cartão ou cheque desinteressam o vendedor. Quem dá a ultima palavra é o chinês ou o libanês, com dinheiro tirando do bolso os olhos deles crescem!!!
São várias lojas não como a Sta Ifigênia, mas com mais variedade.


Mais a frente no shopping Boulevard, se a receita federal não estiver fazendo blits e bloqueios, também é uma ótima opção. Tem de tudo.
Comprei uma Canon lá por R$ 1.300,00 e na Sta estava R$ 2.000.


A melhor localização para se hospedar fica na região norte, próxima ao centro (20 minutos), mais familiar, barata e sem a decadência como lá. Não se mostre deslumbrado, ou perguntando muito...esses hábitos mostram que é turista. Haja normalmente , tudo é muito seguro. Mas seguro morreu de velho. E no Tietê que tem piranha, Jacaré nada de costas e a propósito, na Paulista tambem tem , cruzamento com a Augusta mas só depois das 18Hs....


O Shopping Oriental é uma galeria com muitas lojas e fica na região central próxima ao metrô São Bento e Galeria Pagé. Aqui existem ruas específicas para prod. Sta Ifigênia informatica e eletrônicos, Braz roupas, Consolção iluminação, etc. Se preferir se hospedar na zona leste, fica ainda mais barato dependendo do hotel é claro mas, fica a 40 minutos do centro e pode contar com o conforto do metrô, o melhor do país. Não recomento a zona Sul, onde ficam as mansões do Morumbi e Hotéis mais caros. Fica a 50minutos.
...

● Quem está aqui agora

● Estamos chegando a 2 milhões de acessos!

Twitter Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Download from Blog Template